segunda-feira, 16 de maio de 2016

BRIGADA MILITAR PRENDE MULHER POR FURTO QUALIFICADO E CORRUPÇÃO DE MENORES

Na tarde de quarta-feira (11), durante realização da Operação Avante na cidade de Arroio Grande, foi logrado êxito pelo efetivo da 2ª Compania do 3º BPAF na prisão de uma mulher de iniciais M.T.S, a mesma estava acompanhada de sua filha que é menor de idade quando foi presa pela guarnição, sendo conduzida a Delegacia de Polícia Civil  pelos crimes de corrupção de menores e furto qualificado. Junto com a mesma foram apreendidos um aparelho celular e um relógio que foram subtraídos em dois estabelecimentos comerciais da cidade. 

Abaixo dados resultantes da operação:


Prisões Realizadas  01
Quantidade de Pessoas Abordadas   66
Quantidade de Barreiras Policiais Realizadas   03
Quantidade de Veículos Fiscalizados   33
Quantidade de Veículos Autuados por Infração de Trânsito   05
Quantidade de Veículos Recolhidos   02
Quantidade de Veículos Recuperados   01

Quantidade de Registros Confeccionados   04

Prefeitos pressionam deputados a aumentar recursos dos municípios Bancada Gaúcha recebeu gestores para debater temas da pauta municipalista no Congresso

       
   
     Entre os assuntos debatidos na audiência está a nova lei dos royalties. Liminar da ministra do STF Carmen Lúcia impede a distribuição desses recursos há mais de três anos. "O Rio Grande do Sul já perdeu mais de R$ 900 milhões", criticou Folador. Era aguardada uma reunião com a magistrada para tratar do assunto, mas a audiência foi cancelada. É a terceira vez que ela rejeita a solicitação da Bancada Gaúcha, a pedido da Famurs.
    Também foi exigido na reunião o aumento de 1% do Fundo de Participação dos Municípios, mais agilidade na liberação de recursos para combate a situações de emergências, distribuição do ISS sobre operações de leasing e redivisão dos valores repatriados, entre diversos outros temas.
     O encontro foi dirigido pelo coordenador da Bancada Gaúcha, deputado federal Giovani Cherini. Segundo ele, o governo federal não tem investido recursos suficientes no Rio Grande do Sul. "Os Estados do Nordeste receberam de investimento do governo federal 52% daquilo que arrecadaram. Já o Rio Grande do Sul recebeu apenas 6%, e as obras estão todas paradas", criticou.

Ainda estiveram presentes no encontro os deputados Mauro Pereira, Afonso Motta, Afonso Hamm, Alceu Moreira, José Fogaça, Jerônimo Goergen, José Stedile, Heitor Schuch, Carlos Gomes, Osmar Terra, Nelson Marchezan Júnior, Luiz Carlos Heinze, Renato Molling e Elvino Bohn Gass.
 Cerca de 100 prefeitos, vices e vereadores do Rio Grande do Sul lotaram, nesta quarta-feira (11/5), a reunião da Bancada Gaucha, na Câmara dos Deputados, para pressionar os deputados a votar a favor de projetos que aumentem a receita dos municípios. "Esse não é um momento para buscar culpados, mas, sim, encontrar soluções", afirma o presidente da Famurs, Luiz Carlos Folador. Os prefeitos saíram satisfeitos do encontro, no qual deputados afirmaram que uma reforma no Pacto Federativo será promovida pelo governo de Michel Temer.

Partido Socialista Brasileiro realiza Encontro

O PSB de Arroio Grande reuniu seus filiados e simpatizantes em Encontro de Mobilização realizado na sexta-feira (6) no salão do SSMAG. Estiveram presentes o Deputado Estadual Catarina Paladini e também a presença do pré-candidato a vereador de Jaguarão Fred Nunes.
O prefeito Luis Henrique Pereira da Silva e o presidente do Partido Progressista prestigiaram o evento já que o PSB faz parte da base de apoio ao governo municipal.
Na pauta dos debates, as conjunturas nacional, estadual e municipal e também o planejamento estratégico para as eleições de 2016.





HOMAGEM Promotor que iniciou sua carreira em Arroio Grande comemora 50 anos de atividades

      No final da tarde de segunda-feira (9) autoridades, amigos, ex-alunos do Desembargador Vasco de La Giustina reunidos em frente ao prédio da Promotoria de Pública prestaram homenagem a este dedicado servidor da Justiça.
Dr. Vasco Iniciou sua carreira como Promotor de Justiça no dia 9 de maio de 1966 quando assumiu em Arroio Grande a Promotoria Pública. A sua estada como titular no município proporcionou ao jovem Vasco participar da vida social da cidade e além disso, lecionou no Ginásio Estadual.
Sua trajetória foi lembrada na ocasião pela Promotora Dra. Cristiane Scholl Levien - idealizadora da homenagem - que leu aos presentes o currículo do homenageado. 
Em seu discurso, o Magistrado trouxe à lembrança vários nomes de colegas, amigos, autoridades, colaboradores que na época fizeram parte de sua história enquanto morador de Arroio Grande. Por fim, agradeceu a todos pela presença e destacou: “- Eu tinha certeza que no dia 9 de maio eu tinha que estar em Arroio Grande, comemorando meus 50 anos de atividade, mas não imaginava que seria de maneira tão significativa, rodeado de lembranças e recebendo homenagens!”



Saúde nos Bairros Descentralização diminui procura pelo Pronto Atendimento

     A descentralização da saúde com a implantação de atendimento nos bairros da cidade trouxe grandes benefícios para a comunidade. Apesar dos problemas de repasse dos recursos estadual e federal, Arroio Grande tem se mantido na vanguarda da saúde em comparação a outros municípios do estado. Outro ponto positivo da descentralização é sentido no Pronto Atendimento onde os registros caíram consideravelmente. Além de reformas e adequações nos postos dos bairros Promorar, São José, Branco Araújo/Coca e Vidal, a atual Administração reformou e equipou o Posto de Saúde no Distrito de Santa Isabel, uma antiga reivindicação daquela comunidade.
      Pronto Atendimento: Foram efetuadas melhorias na infraestrutura do Pronto Atendimento Municipal. O local dispõe de dois médicos, um atendendo 24 horas e outro de suporte. A média entre consultas, avaliações e procedimentos de enfermagem nos anos de 2013 e 2014 ficou em torno de 68 mil atendimentos. No ano de 2014 estes atendimentos totalizaram 67.130. O relatório de 2015 apontou um total de 54 mil atendimentos, observando que a média/mês era de 5.500 atendimentos e em 2015, com a implantação das equipes de saúde de família a média caiu para aproximadamente 4.500 atendimentos.
     O Vice-prefeito, Dr Ivan Guevara, em entrevista à imprensa disse que expectativa é diminuir ainda mais este número de atendimentos no Plantão, principalmente, após a entrega das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) para a comunidade. “Infelizmente, o clima chuvoso atrasou a conclusão das obras, mas estaremos inaugurando a UBS Zona Norte, obra que atenderá em torno de 4.500 moradores dos bairros BGV, Mutirão, Coca, Vidal e Branco Araújo, ainda este mês e teremos muitos motivos para comemorar um grande avanço na saúde municipal de Arroio Grande”, afirmou Guevara.
       Agentes Comunitários:  Com a implantação do programa Estratégia Saúde da Família/PACS, criando três equipes de Agentes Comunitários nos bairros, vale destacar que Arroio Grande evoluiu significativamente na atenção Primária em saúde, passando de 6% para 60% de cobertura populacional.

Inclusão Sem Limites Ciclo de debates integrou cidades da região


     Na ultima segunda-feira (09), a Prefeitura Municipal através da Secretária de Cultura em parceria com a Unipampa campos Jaguarão, realizaram o 1º Ciclo de Debates “Inclusão sem Limites” que abordou a temática Educação e Cultura Inclusiva.
      Evento este idealizado pela acadêmica arroio-grandense do curso Gestão de Turismo da Unipampa, Danuse Cardozo, que neste semestre está realizando suas Práticas Profissionais (estagio) junto a Secretaria de Cultura, ocorrido nas dependências do Centro de Cultura Basílio Conceição, foi sucesso, conforme avaliação dos debatedores, abrindo caminho para novas discussões a cerca da inclusão.
A mesa de debates foi composta pela mediadora Tarissa Rodrigues graduada em Terapia Cognitivo Comportamental e aperfeiçoamento em Psicologia Jurídica e psicóloga do CAPS Arroio Grande; e os debatedores Leonardo Vieira, Pós-Graduado em Psicopedagogia e em Coordenação Pedagógica, Ex-secretário da Educação de Arroio Grande, atualmente atuando como professor de Ciências e Psicopedagogo da rede municipal; Everton Fêrrêr que possui Licenciatura Plena em Educação Especial, especialista em Tecnologias da Informação e da Comunicação aplicadas à Educação.
     O debate contou com a presença de acadêmicos, educadores das redes municipal e estadual, tanto de Arroio Grande como das cidades de Jaguarão, Herval, Pedro Osório e Pelotas. Entre as autoridades, a secretária de Educação de Herval, Cristiane Pereira D’Ávila; o Coordenador do CAPS de Jaguarão e professor da APAE, Alcides Mário Garcia Burwood; a Direção e integrantes da APAE de Jaguarão, os vereadores arroio-grandenses Vandré Vieira e Idimar Furtado; os secretários municipais de Arroio Grande Carlos Olívio Salaberry (Educação) e Franciele Mattos (Cultura).
      A Educação Inclusiva afirma-se como um novo paradigma exigindo dos profissionais profundas transformações. Este processo de mudança requer um entendimento que se constitua por meio de ações efetivas, resultando em mudanças culturais para se perpetuarem. É um processo que compreende a ação de todos contra o preconceito e a discriminação.
      A acadêmica Danuse Cardozo disse que a proposta do 1º Ciclo de Debates Inclusão Sem Limites alcançou seus objetivos. “É preciso superar as situações de exclusão, principalmente no âmbito escolar e cultural, reconhecendo os direitos da diversidade e estimulando a participação social plena. E o nosso primeiro, de muitos outros encontros, buscou exatamente despertar esta importância”, declarou ela.
Além da exposição de trabalhos do CAPS e da APAE de Arroio Grande, o evento destacou na abertura a apresentação da Escola Neir Horner da Rosa com o importante projeto desenvolvido no 2º, 3º e 4º Ano, ensinando Braille e Libras, objetivando a verdadeira inclusão. Um grupo de alunos apresentaram a música “Mãe” em Libras. No encerramento, o público foi brindado com a apresentação do Coral do CAPS Mãos Amigas.

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Doação de material escolar para municípios do Projeto Losango

     Dando continuidade ao programa social “Projeto Educação”, que há 26 anos distribui cadernos e folhas de papel offset para todos os alunos matriculados na rede pública de ensino dos 57 municípios que formam sua base florestal, a Celulose Riograndense percorrerá as cidades que integram o Projeto Losango. De 2 a 6 de maio, o Analista de Relações Institucionais da empresa, Daniel Andriotti, e sua equipe formalizarão a doação de 96.800 cadernos e 590 mil folhas de papel aos secretários de educação dos municípios de Amaral Ferrador, Turuçu, Arroio do Padre, Santa Vitória do Palmar, Chuí, Morro Redondo, Capão do Leão, Cerrito, Pedro Osório, Jaguarão, Arroio Grande, Herval, Pedras Altas, Pinheiro Machado, Candiota, Hulha Negra e Aceguá.
     Os materiais escolares serão entregues às secretarias de educação que, de acordo com a necessidade de cada município, farão os repasses às escolas das respectivas comunidades. “Este ano, o Projeto Educação, um dos mais reconhecidos programas sociais da empresa, distribuirá 400 mil cadernos e 1 milhão e 800 mil folhas de papel em formato A-4. Desde que foi criado, o projeto já beneficiou cerca de 8 milhões de alunos gaúchos”, diz Andriotti.
     Todos os municípios contemplados pelo projeto estão diretamente ligados ao processo produtivo da empresa: “O Projeto Educação possibilita que as regiões produtoras da nossa matéria prima, o eucalipto, tenham contato direto e se beneficiem com o produto final do processo industrial de fabricação de celulose, fechando o ciclo virtuoso da produção e consumo. Além de gerarmos postos de trabalho e renda durante o plantio e colheita do eucalipto, retornamos às comunidades com o resultado final desta produção, que é o papel distribuído para a comunidade escolar”.
Roteiro de entrega do material escolar:
Dia 5/05 (quinta-feira)
10h - Arroio Grande, na Secretaria Municipal de Educação : 8 mil cadernos, 50 mil folhas de papel off-set A4
11h - Herval, na Secretaria Municipal de Educação : 2.800 cadernos, 20 mil folhas de papel off-set A4

FUNCIONALISMO DE ARROIO GRANDE FAZ PARALISAÇÃO

Na manhã de quinta-feira ( 28) os funcionários públicos de Arroio Grande realizaram uma paralisação que foi capitaneada pelo Sindicato dos Municipários - SSMAG. Na pauta de reivindicações o reajuste anual da categoria que, segundo as primeiras negociações com o executivo municipal seria de 11,36% em duas vezes e que, após novas reuniões com a equipe de governo, foi declarado não haver a possibilidade da prefeitura arcar com esse aumento, ficando apenas a correção de 2%. 



CHUVAS Estado homologou situação de emergência em Arroio Grande -Região Sul acumula mais de R$ 500 milhões em perdas na produção de grãos


As previsões meteorológicas da última semana se confirmaram na metade sul do Estado e a estimativa é que os registros de chuva tenham ampliado os danos já enfrentados pelos gestores municipais e os produtores e que chegam a quantia de R$ 500 milhões.

Em Arroio Grande, primeiro município a decretar situação de emergência devido às perdas no arroz e na soja, a precipitação foi intensa. O sol voltou a brilhar sem chuva somente na quarta-feira dia em que o Governo do Estado, após avaliar os prejuízos, homologou o pedido de Situação de Emergência decretado pelo Prefeito Luis Henrique Pereira. A notícia foi confirmada pelo Coordenador Regional da Defesa Civil, Tenente Charles, adiantando que o Ministério da Defesa Civil já tomou conhecimento da situação de Arroio Grande e que, agora, são aguardados os tramites legais.
         Além das perdas das lavouras de soja em quase sua totalidade e índices altos de perdas nas lavouras de arroz, outro problema enfrentado são as condições de trafegabilidade das estradas e corredores de acesso às propriedades. Mesmo com toda a mobilização da Prefeitura com máquinas e funcionários e com a própria parceria do produtor rural, o clima não tem permitido que as obras emergenciais possam ter continuidade.
         A rápida homologação do pedido de situação de emergência feita pelo município ao governo estadual demonstra o quanto as autoridades e os produtores estão mobilizados diante do grave problema causado pelas chuvas. Arroio Grande plantou 40 mil hectares de soja e, conforme dados da oficiais, em 34 mil hectares da cultura ocorreram perdas. As perdas acontecem por apodrecimento do grão, germinação do grão na vagem e  debulha do grão.
         As chuvas continuadas não permitem, também, a colheita do arroz que está muito atrasada para a época e os grãos começam a debulhar e as plantas acamando. A colheita com alto grau de umidade do grão, arroz aquecendo dentro dos caminhões e algumas vezes germinando, causando descontos pelas empresas que secam o produto, sem considerar as cargas condenadas por não ter qualidade mínima para beneficiamento do grão, são fatores que contribuem diretamente nas perdas do produtor.
         Esta anomalia climática que assola a metade sul do estado afetou outras culturas como milho, feijão, melancia, abobora e hortaliças em geral com perdas consideráveis.
         O Prefeito Henrique que está liderando o movimento que busca o apoio dos Governos Estadual e Federal no envio de recursos e, principalmente, na renegociação das dívidas dos produtores, não esconde a grande preocupação quanto o futuro da economia do município. “É um dos piores momentos econômicos da história de Arroio Grande e os prejuízos do setor primário irão impactar diretamente na comunidade e no comércio local, advertiu o Chefe do Executivo Arroio grandense.  

SEGURANÇA NAS ESTRADAS Grupo de Trabalho em prol do Pólo Rodoviário de Pelotas reuniu-se em Arroio Grande

   


 O Grupo de Trabalho composto pela ANTT, Ecosul e representantes dos usuários das rodovias ligadas ao pólo de Pelotas, reuniu-se pela primeira vez fora de sua sede estabelecida na cidade de Rio Grande.      Segundo o Chefe do setor de transportes da Prefeitura de Arroio Grande, Manolli Kalaidtz, o fato se deve à intensa participação do município em todos os encontros do Grupo que possui a função de buscar melhorias às estradas pertencentes ao pólo sul, como acostamentos, sinalização, iluminação. Segundo o coordenador da Ecosul Mateus Fernandes, devido à visão de três esferas diferentes  as possibilidades de alcançar bons resultados aumenta significativamente. De acordo com o levantamento estatístico, este ano 10 pontos serão contemplados com iluminação especial. Na reunião desta terça-feira, no gabinete do prefeito Luis Henrique Pereira da Silva, foram discutidos a iluminação do trevo de acesso à cidade bem como a instalação pela Ecosul, até o final de 2016 de uma SAU - Serviço de Atendimento ao Usuário - que ficará localizado na BR 116 km 607 no trecho Pelotas/Jaguarão ( próximo à Puro Grão).

Prefeitos reúnem-se com instituições financeiras e governo estadual Perdas em lavouras devem ser comunicadas imediatamente



       Os produtores devem procurar imediatamente as agências bancárias para comunicar as perdas nas lavouras e solicitar os seguros agrícolas em função das chuvas na região. Em hipótese alguma, devem deixar as dívidas vencerem. As informações foram prestadas ontem (27), durante a reunião promovida pela Secretaria Estadual de Agricultura com os prefeitos da Associação dos Municípios da Zona Sul (Azonasul) e participação de representantes das principais instituições financeiras que atendem o setor primário.

     Durante a reunião, o gerente regional da Emater , Ronaldo Maciel apresentou o quadro de perdas em lavouras e culturas na Zona Sul, onde se constata o aumento crescente de prejuízos, já ultrapassando os R$ 500milhões , o que forçará mais prefeituras a ingressarem com a decretação de emergência e, em alguns casos, como Arroio Grande e Santa Vitória do Palmar, com o decreto de calamidade pública. Maciel também enfatizou que a Emater vai buscar agilizar ainda mais a emissão de laudos de perdas e que vem intensificando os trabalhos de equipes nas 18 localidades da Zona Sul mais atingidas.
      Ao intermediar as negociações com as instituições financeiras, o secretário estadual da Agricultura, Ernani Polo,  anunciou a prorrogação dos prazos da vacinação contra a febre aftosa para o dia 15 de junho, como resposta a um dos pleitos solicitados na reunião da semana passada em Pelotas. Ele também voltou a destacar que a sua pasta estará empenhada nos diálogos com a Defesa Civil Estadual para a imediata homologação dos decretos de emergência e que está articulando agenda com o governado do Estado, José Ivo Sartori (PMDB), para tratar sobre recursos que auxiliem na recuperação de estradas.
      O presidente da Azonasul, Rui Brizolara, avaliou positivamente o encontro e revelou acreditar que os recursos utilizados de financiamento possam ser ainda mais alongados. “ Também encaminharemos os pleitos  ao Ministério da Agricultura para novas providências. De qualquer forma, voltamos para as nossas localidades com um orientação confiável aos produtores”, disse.  Brizolara ainda voltou a lembrar dos problemas a serem enfrentados junto às empresas que compraram as produções antecipadamente e não receberão o produto, uma vez que a maioria do que se consegue colher de soja nas lavouras apresenta vagens e grãos danificados.
     PRESENÇAS – Deputados Zé Nunes (PT) e Pedro Pereira (PSDB) acompanharam a reunião da Azonasul, também assistida pelas Federações de Agricultura e demais representações do setor. Nesta quinta-feira, o deputado Zé Nunes coordena a reunião que a Comissão de Agricultura da Assembleia promove, às 10horas, para tratar sobre a pauta.

Lei Outorga a Medalha de Honra aos Professores

Proposta pelo vereador Idimar Furtado da Silva (PTB) a Lei Municipal nº 2.877 que institui a outorga da Medalha de Honra aos professores aposentados do município de Arroio Grande. Serão agraciados com a medalha os professores da rede Municipal e Estadual que residem em Arroio Grande ou em outros municípios. De acordo com a Lei aprovada, cada vereador poderá indicar duas pessoas por ano para receber a medalha, sendo que os nomes deverão ser aprovados no plenário da câmara.
A entrega da condecoração acontecerá em reunião solene no dia 15 de outubro de cada ano em comemoração ao “Dia do Professor”.
Para o vereador Idi, sempre é tempo de reconhecer a importância desses profissionais que desempenham missão tão importante na vida de cada cidadão, e o legislativo solidificará esse reconhecimento através dessa medalha.